Márcia X  Arquivo X

Texto: Beatriz Lemos


O desejo de arquivar, conservar, formar coleções documentais ou instigar o debate acerca da natureza de um arquivo
ocupa importante presença no sistema da arte atual e, muitas vezes, propulsiona problemáticas em suas escolhas
de apresentação e fundamentações críticas, consequência comum às tendências que se mostram urgentes em determinados contextos.
Ao tratar um arquivo pessoal, especialmente de uma artista emblemática na história da arte brasileira, falecida há oito anos, precursora, visionária e polêmica como Marcia X., a tarefa se amplia, já que vida e obra não se distanciam.
Dividir com o público o eixo de pensamento da artista e seu processo de trabalho, aportam à exposição a um ateliê de inventários onde os sentimentos de admiração e reconhecimento por sua obra e ainda presença no mundo, criam a atmosfera de encontro ao arquivo.
Esta exposição celebra, junto ao , um momento importante na carreira da artista: a realização do Projeto Acervo Marcia X., contemplado pelo Prêmio Procultura de Estímulo às Artes Visuais 2010, que prevê catalogação, restauro e doação do acervo de obras e documentos de X ao museu, além de exposição e livro de sua obra completa.
Arquivo X tem como roteiro o arquivo de documentos de Marcia X. – desenhos, anotações, referências para trabalhos, fotografias, recortes de jornais, pré-organizado pela artista ao longo de sua vida, e tendo em vista cada trabalho projetado. Neste processo de pesquisa para maturação da obra, Marcia deixa pistas de suas obsessões, dedicação, foco, método, linha e coerência de pensamento visual ou conceitual, entre períodos e assuntos abordados. E é a partir deste arquivo de memórias que suas obras brotam pelo espaço expositivo. A escolha por recriar o ambiente de sua primeira casa/ateliê no Catete, onde paredes e móveis concorriam pela vibração da cor e brinquedos e bugigangas do Saara se espalhavam pelos cômodos, parte da vontade de reviver o universo subjetivo do período inicial de sua trajetória. O ambiente particular que deu base ao X e forma a uma poética que nos generaliza e desnuda.


 

Créditos da exposição

Realização Associação de Amigos do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (ASSMAM)
Coordenação geral Ricardo Ventura e Beatriz Lemos
Curadoria Beatriz Lemos
Planejamento e gestão Deborah Balthazar
Produção executiva Nelson Ricardo Martins
Produção do Livro  Lisiane Mutti
Produção Dani Vieira
Assistência de produção Vanessa Holanda e Luiz Fernando Picanço
Coordenação técnica do acervo  Angélica Deano
Higienização e restauração Nice Cunha
Restauração de têxteis  Miriam Schneider
Catalogação e pesquisa Pombo, Thais Medeiros e Saul Colares
Programação visual Beatriz Lemos, João Modé e Ricardo Ventura
Produção gráfica dos livros-obra Juliana Frontin
Revisão Damian Kraus
Versão para o inglês Thais Medeiros e Mark Philipp
Vídeos Aimberê Cesar, Ana Milhomens, Mauricio Ruiz, Miguel Pachá, Raquel Couto
Fotos  Adelmo Lapa, Vicente de Mello, Vivian 21, Wilton Montenegro
Compilação vídeos  Carolina Rodrigues
Projeto expositivo e montagem Parafuso
Cenotecnia  Claquete
Iluminação Carlos Lafert
Consultoria de imagem  Images Soluções Audiovisuais
Assessoria de Imprensa  CW&A Comunicação
Assessoria jurídica  Guilherme Vieira Assumpção
Taxidermista  Alexandre Rivero
Agradecimentos Adolfo Montejo Navas, Alex Hamburger, Alexandre Sá, Ana Infante, Anna Maria Niemeyer, Alex
Ramiro, Ana Teresa Jardim, Bob N, Cecilia Cotrim, Chacal, Claudia Saldanha, Daniela Mattos, Denise Milfond, Efrain Almeida, Ernesto
Neto, Fernando Cocchiarale, Galeria Gentil Carioca, Gilberto Chateaubriand, Gloria Ferreira, Helmut Batista, Heloisa Mesquita, Ivan
Pascarelli, João Neve, Luisa Duarte, Laura Lima, Lauro Cavalcanti, Letícia Verona, Lilian Zaremba, Marcelo Campos, Marcio Botner,
Marisa Flórido, Marta Jourdan, Nilsinho Pereira daSilva, Oldete Petit Lobão Ventura e família, Paulo D’Ávila, Ricardo Basbaum, Ronald
Duarte, Ronaldo Oliveira, Sergio Bessa, Suely Farhi, Tadeo Saldanha, Tatiana Richard, Therezinha de Jesus Estellita Pinheiro de Oliveira
e família, Viviane Matesco, Xico Chaves e Walter Guerra

Este projeto foi contemplado com o prêmio Procultura de Estímulo às Artes Visuais 2010

Produção Executiva

Somos a Fase 10 Ação Contemporânea, um escritório de criação / produção. Realizamos trabalhos no campo da cultura com ética e profissionalismo.

CONECTE-SE

SHORTCUT

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon

© 2020 todos os direitos reservados

  Rio de Janeiro - RJ - Brasil